Archive for the ‘Móveis’ Category

Artelieco: atitude e reaproveitamento

Já postei aqui no (re)aproveite as artes do Rodrigo Machado, fazia tempo que eu não via o site dele para conferir suas artes.  Quando acessei o Artelieco, fiquei surpresa com tanto trabalho lindo!!

A premissa do Ro é reutilizar materiais e ele sempre inventa!

Para abrir esse post, vou apresentar a luminária que encomendei para ele. Só pedi que tivesse peixes e…olha só que resultado lindo:

O Rodrigo está fazendo móveis reaproveitando madeiras. O resultado é demais:

Essa cristaleira é feita com  refugo de Fábrica de Ofurô:

Cristaleira com Cedro Rosa

Que tal reciclar pneus? Ele faz jardineiras super coloridas:

Cadeira com estofado de embalagem tetra

Rack feito com 100% de madeira reutilizada, tratada e tingida

EIS O ARTISTA!!!!

E para fechar, um quadro dele que acho MARAVILHOSO!

Ah! Quem quiser entrar em contato  e adquirir seus produtos, é só ligar:

artelieco@gmail.com
telefones :55 11 3647 9206
55 11 9326 8684

Anúncios

Sobrou cano da reforma?

….então monte sua sapateira e ajude a despoluir o mundo!

Fonte: Apartment Therapy e Ecoblog

Nicho feito de caixa de fruta

Ganhei (na verdade pedi) essa caixinha de frutas para a tia do Renan. Queria fazer uma “arte”, só não sabia qual. Foi então que lembrei dos rolos e mais rolos de fitinha do Bonfim que minha amiga Catarina havia dado.

Comprei um pequeno Espírito Santo de madeira para colocar no nicho (foi fácil encontrá-lo na feira de artes do Embu-SP).  Daí foi só lixar a caixinha, pintar com resto de tinta que usamos no apartamento, colar as fitinhas e o resultado ficou simples, mas a cara do nosso cantinho. Veja o passo a passo:

A caixinha como era inicialmente

Passei duas mãos de tinta branca por fora e amarela por dentro

Olha eu com a mão na massa!

Depois cortei as fitinhas do Bonfim e colei nas laterais. O Espírito Santo colei com uma massa chamada “Pra que prego”

Aí está ele enfeitando e protegendo nosso cantinho.

Ainda tenho muita fita do Bonfim, você tem alguma ideia de como posso (re)utilizá-las? Deixe seu comentário com suas dicas.

Herança paterna

Nos tempos aureos, meu pai foi um excelente alfaiate. Pelo menos para as roupas masculinas. Em casa somos em quatro mulheres (irmãs e mãe) e ele insistia em fazer roupas para nós, mas o detalhe era que sempre surgia algo com corte masculino e do jeito que ele queria (queríamos dois botões ele colocava cinco)!!

Bom, como herança do “ambandono da profissão” e separação dos meus pais, “herdamos” uma máquina de costura, (ou o sobreu dela), exatamente como essa abaixo. A ‘coitada’ da máquina está abandonada na casa da minha mãe, que já cansou pra pedir para “dar fim naquilo”.

Mãe, juro que vou reformar a máquina e fazer uma mesa bem legal como essa tá?!

A dica é do Ecoblogs  http://www.ecoblogs.com.br/page/2/