Archive for the ‘Arte’ Category

Artelieco: atitude e reaproveitamento

Já postei aqui no (re)aproveite as artes do Rodrigo Machado, fazia tempo que eu não via o site dele para conferir suas artes.  Quando acessei o Artelieco, fiquei surpresa com tanto trabalho lindo!!

A premissa do Ro é reutilizar materiais e ele sempre inventa!

Para abrir esse post, vou apresentar a luminária que encomendei para ele. Só pedi que tivesse peixes e…olha só que resultado lindo:

O Rodrigo está fazendo móveis reaproveitando madeiras. O resultado é demais:

Essa cristaleira é feita com  refugo de Fábrica de Ofurô:

Cristaleira com Cedro Rosa

Que tal reciclar pneus? Ele faz jardineiras super coloridas:

Cadeira com estofado de embalagem tetra

Rack feito com 100% de madeira reutilizada, tratada e tingida

EIS O ARTISTA!!!!

E para fechar, um quadro dele que acho MARAVILHOSO!

Ah! Quem quiser entrar em contato  e adquirir seus produtos, é só ligar:

artelieco@gmail.com
telefones :55 11 3647 9206
55 11 9326 8684

Gravata na cabeça

Nas minhas buscas por novidades para o blog, encontrei essa faixa, super criativa, feita de gravata. Que tal resgatar aquela gravata do seu pai, irmão, namorado & cia e fazer uma?? O grande problema (pelo menos para mim) é costurar….tenho muita vontade de aprender, mas por enquanto só fico na vontade 🙂

Curtam abaixo. Tem até o passo a passo, mas está em inglês.

Até a próxima!

Nani e sua cortina

Nani Brisque é uma artista plástica que conheço desde pequenina. Aliás, quando pequena ela já mostrava suas aptidões, na escola sempre aprontava algo diferente, criativo. Deu no que deu : ) uma SUPER artista, cenógrafa, criativa, aprontadora, etc.

Ela nos presenteou com uma cortina fofa que a Vanilza – que conheceu o blog por acaso e virou fã -, tinha me pedido pra colocar aqui. Então aqui está.

A Nani usou um cano de PVC para fazer o suporte. As tiras  são de sobras de lycras com nozinhos. O resultado é essa cortinha linda e colorida (que combinou com a luminária do eco-marido Renan):

Obs.: Esse final de post vou utilizar para fazer uma homenagem especial para minha irmã de coração, a Quei, que me acolheu em sua casa, com sua família, quando morei na Austrália.

Quei, parabéns pelo seu aniversário. Não se preocupe com a idade 🙂  você tem um coração lindo e será para sempre jovem!

Urban Trash Art

Me orgulho tanto de ter amigos artistas, seja com o corpo, palavras, mãos …todos são muito criativos.

Apresento aqui as esculturas do Rodrigo Machado (agradeço a Nani por apresentar essa mente brilhante!). Ele e seu parceiro, Cleber Padovan, fazem uma arte excepcional pelas ruas de sampa.  Simplesmente transformam lixo em esculturas, e isso é a cara do meu blog!!

Eles recolhem os materiais, normalmente lixos descartados nas ruas, escolhem o local da instalação e transformam o lixo em algo “vivo”, reutilizam materiais que ninguém se importa mais. A forma da escultura é definida de acordo com o material encontrado.

Essa aqui é o Rinoceronte pavão, instalada na Av. Faria Lima (SP).

Essa aqui é a carroça chopper

Alguns acham estranho, mas os meninos estão conseguindo chamar atenção. A mídia já divulgou o trabalho deles.  Já saíram na revista Época, MTV, All TV, entre outros.

PARA QUEM ESTÁ EM SAMPA, o Urban Trash Art (UTA) fará exposição na Serralheria  (http://www.escapeserralheria.org). Minha linda Nani Brisque também estará na exposição com seus trabalhos.

Links relacionados:

Conheça mais o trabalho dos artistas: www.urbantrashart.blogspot.com

Vejam o que a Nani aprontou no muro da TV Cultura: http://www.youtube.com/user/nanibrisque#p/a/u/0/4XSjxq6U49k

Serviço:

Exposição UTA no Serralheria – de 19 á 21 de Março

A mostra acompanhará a programação normal de eventos da SERRALHERIA.

19/03 – Dada Jazz com Otis Quintet

20/03 – Saravá Serralheria /Samba deLucas Sales

21/03- Festival de hardcore/ Clangor, Forbbiden Ideias, Cúmplice livre

Para horários e preços – consultar a agenda Serralheria

Termino esse post com mais uma artista, Martita Madalon escreveu essas sábias palavras em homenagem ao UTA. Vale a pena ler:

o espaço dos artistas é a rua
a matéria-prima o lixo
a fonte de inspiração o improviso
ocupação de espaços públicos
arte efêmera e que sai do lixo
recriação do que está reinutilizável

o movimento desses artistas urbanos me faz refletir que já passou da hora de repensarmos nossos hábitos de consumo, nossos valores, e agirmos com mais consciência e responsabilidade em relação ao lixo

o problema do lixo diz respeito a todo mundo
o desenvolvimento estimula o consumo, que por sua vez, é um dos grandes responsáveis pela produção de tanto lixo

reciclamos garrafas pet e latinhas no Brasil, e outros materiais também, mas proporcionalmente ao volume de lixo que é gerado, de todo tipo, ainda representa pouco

o que eles estão fazendo, é ativismo ambiental na veia, que usa a arte como meio e fim, um alerta, uma forma poética de enxergar o lixo e através da expressão artística atribuir outro significado para algo que aparentemente está morto, e com o qual ninguém se importa mais

a U.T.A é um manifesto, um grito, uma voz rompendo o silêncio no meio do barulho da metrópole!

Marta Madalon, comunicadora multimídia